Questõesde ENEM sobre 1ª Lei da Termodinâmica

1
1
1
Foram encontradas 557 questões
ad4c0c3a-57
ENEM 2021 - Física - Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

    Na cidade de São Paulo, as ilhas de calor são responsáveis pela alteração da direção do fluxo da brisa marítima que deveria atingir a região de mananciais. Mas, ao cruzar a ilha de calor, a brisa marítima agora encontra um fluxo de ar vertical, que transfere para ela energia térmica absorvida das superfícies quentes da cidade, deslocando-a para altas altitudes. Dessa maneira, há condensação e chuvas fortes no centro da cidade, em vez de na região de mananciais. A imagem apresenta os três subsistemas que trocam energia nesse fenômeno.



No processo de fortes chuvas no centro da cidade de São Paulo, há dois mecanismos dominantes de transferência de calor: entre o Sol e a ilha de calor, e entre a ilha de calor e a brisa marítima.

VIVEIROS, M. Ilhas de calor afastam chuvas de represas.
Disponível em: www2.feis.unesp.br. Acesso em: 3 dez. 2019 (adaptado).

Esses mecanismos são, respectivamente,

A
irradiação e convecção.
B
irradiação e irradiação.
C
condução e irradiação.
D
convecção e irradiação.
E
convecção e convecção.
31ab3c3e-57
ENEM 2021 - Física - Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

    Na montagem de uma cozinha para um restaurante, a escolha do material correto para as panelas é importante, pois a panela que conduz mais calor é capaz de cozinhar os alimentos mais rapidamente e, com isso, há economia de gás. A taxa de condução do calor depende da condutividade k do material, de sua área A, da diferença de temperatura ΔT e da espessura d do material, sendo dada pela relação  . Em panelas com dois materiais, a taxa de condução é dada por ,   em que d1 e d2 são as espessuras dos dois materiais, e k1 e k2 são as condutividades de cada material. Os materiais mais comuns no mercado para panelas são o alumínio (k = 20 W/m K), o ferro (k = 8 W/m K) e o aço (k = 5 W/m K) combinado com o cobre (k = 40 W/m K).


Compara-se uma panela de ferro, uma de alumínio e uma composta de 1/2 da espessura em cobre e 1/2 da espessura em aço, todas com a mesma espessura total e com a mesma área de fundo.

A ordem crescente da mais econômica para a menos econômica é


A
cobre-aço, alumínio e ferro.
B
alumínio, cobre-aço e ferro.
C
cobre-aço, ferro e alumínio.
D
alumínio, ferro e cobre-aço.
E
ferro, alumínio e cobre-aço
3178c1d1-57
ENEM 2021 - Física - Calorimetria, Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

    Na cidade de São Paulo, as ilhas de calor são responsáveis pela alteração da direção do fluxo da brisa marítima que deveria atingir a região de mananciais. Mas, ao cruzar a ilha de calor, a brisa marítima agora encontra um fluxo de ar vertical, que transfere para ela energia térmica absorvida das superfícies quentes da cidade, deslocando-a para altas altitudes. Dessa maneira, há condensação e chuvas fortes no centro da cidade, em vez de na região de mananciais. A imagem apresenta os três subsistemas que trocam energia nesse fenômeno. 



    No processo de fortes chuvas no centro da cidade de São Paulo, há dois mecanismos dominantes de transferência de calor: entre o Sol e a ilha de calor, e entre a ilha de calor e a brisa marítima.

VIVEIROS, M. Ilhas de calor afastam chuvas de represas. Disponível em: www2.feis.unesp.br.
Acesso em: 3 dez. 2019 (adaptado).

Esses mecanismos são, respectivamente, 

A
irradiação e convecção.
B
irradiação e irradiação.
C
condução e irradiação.
D
convecção e irradiação.
E
convecção e convecção.
6854e03a-7c
ENEM 2020 - Física - Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

   Tanto a conservação de materiais biológicos como o resfriamento de certos fotodetectores exigem baixas temperaturas que não são facilmente atingidas por refrigeradores. Uma prática comum para atingi-las é o uso de nitrogênio líquido, obtido pela expansão adiabática do gás N2, contido em um recipiente acoplado a um êmbolo, que resulta no resfriamento em temperaturas que chegam até seu ponto de liquefação em −196 °C. A figura exibe o esboço de curvas de pressão em função do volume ocupado por uma quantidade de gás para os processos isotérmico e adiabático. As diferenças entre esses processos podem ser identificadas com base na primeira lei da termodinâmica, que associa a variação de energia interna à diferença entre o calor trocado com o meio exterior e o trabalho realizado no processo.




A expansão adiabática viabiliza o resfriamento do N2 porque 

A
a entrada de calor que ocorre na expansão por causa do trabalho contribui para a diminuição da temperatura.
B
a saída de calor que ocorre na expansão por causa do trabalho contribui para a diminuição da temperatura.
C
a variação da energia interna é nula e o trabalho é associado diretamente ao fluxo de calor, que diminui a temperatura do sistema.
D
a variação da energia interna é nula e o trabalho é associado diretamente à entrada de frio, que diminui a temperatura do sistema.
E
o trabalho é associado diretamente à variação de energia interna e não há troca de calor entre o gás e o ambiente.
6835e1f0-7c
ENEM 2020 - Física - Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

Em um manual de instruções de uma geladeira, constam as seguintes recomendações:


• Mantenha a porta de seu refrigerador aberta apenas o tempo necessário;

• É importante não obstruir a circulação do ar com a má distribuição dos alimentos nas prateleiras;

• Deixe um espaço de, no mínimo, 5 cm entre a parte traseira do produto (dissipador serpentinado) e a parede.


Com base nos princípios da termodinâmica, as justificativas para essas recomendações são, respectivamente:

A
Reduzir a saída de frio do refrigerador para o ambiente, garantir a transmissão do frio entre os alimentos na prateleira e permitir a troca de calor entre o dissipador de calor e o ambiente.
B
Reduzir a saída de frio do refrigerador para o ambiente, garantir a convecção do ar interno, garantir o isolamento térmico entre a parte interna e a externa.
C
Reduzir o fluxo de calor do ambiente para a parte interna do refrigerador, garantir a convecção do ar interno e permitir a troca de calor entre o dissipador e o ambiente.
D
Reduzir o fluxo de calor do ambiente para a parte interna do refrigerador, garantir a transmissão do frio entre os alimentos na prateleira e permitir a troca de calor entre o dissipador e o ambiente.
E
Reduzir o fluxo de calor do ambiente para a parte interna do refrigerador, garantir a convecção do ar interno e garantir o isolamento térmico entre as partes interna e externa.
fc136026-6b
ENEM 2020 - Física - Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

Os materiais são classificados pela sua natureza química e estrutural, e as diferentes aplicações requerem características específicas, como a condutibilidade térmica, quando são utilizados, por exemplo, em utensílios de cozinha. Assim, os alimentos são acondicionados em recipientes que podem manter a temperatura após o preparo. Considere a tabela, que apresenta a condutibilidade térmica  (K) de diferentes materiais utilizados na confecção de panelas. 



Qual dos materiais é o recomendado para manter um alimento aquecido por um maior intervalo de tempo? 

A
I
B
II
C
III
D
IV
E
V
fb9d6bf3-6b
ENEM 2020 - Física - Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

O leite UHT (do inglês Ultra-High Temperature) é o leite tratado termicamente por um processo que recebe o nome de ultrapasteurização. Elevando sua temperatura homogeneamente a 135 °C por apenas 1 ou 2 segundos, o leite é esterilizado sem prejudicar significativamente seu sabor e aparência. Desse modo, ele pode ser armazenado, sem a necessidade de refrigeração, por meses. Para alcançar essa temperatura sem que a água que o compõe vaporize, o leite é aquecido em alta pressão. É necessário, entretanto, resfriar o leite rapidamente para evitar o seu cozimento. Para tanto, a pressão é reduzida subitamente, de modo que parte da água vaporize e a temperatura diminua.


O processo termodinâmico que explica essa redução súbita de temperatura é a

A
convecção induzida pelo movimento de bolhas de vapor de água.
B
emissão de radiação térmica durante a liberação de vapor de água.
C
expansão livre do vapor de água liberado pelo leite no resfriamento.
D
conversão de energia térmica em energia química pelas moléculas orgânicas.
E
transferência de energia térmica durante a vaporização da água presente no leite.
9e454295-5f
ENEM 2020 - Física - Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

As panelas de pressão reduzem o tempo de cozimento dos alimentos por elevar a temperatura de ebulição da água. Os usuários conhecedores do utensílio normalmente abaixam a intensidade do fogo em panelas de pressão após estas iniciarem a saída dos vapores.

Ao abaixar o fogo, reduz-se a chama, pois assim evita-se o(a)

A
aumento da pressão interna e os riscos de explosão.
B
dilatação da panela e a desconexão com sua tampa.
C
perda da qualidade nutritiva do alimento.
D
deformação da borracha de vedação.
E
consumo de gás desnecessário.
d8948fc5-a6
ENEM 2016 - Física - Dinâmica, Trabalho e Energia, Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

Durante a primeira fase do projeto de uma usina de geração de energia elétrica, os engenheiros da equipe de avaliação de impactos ambientais procuram saber se esse projeto está de acordo com as normas ambientais. A nova planta estará localizada à beira de um rio, cuja temperatura média da água é de 25 °C, e usará a sua água somente para refrigeração. O projeto pretende que a usina opere com 1,0 MW de potência elétrica e, em razão de restrições técnicas, o dobro dessa potência será dissipada por seu sistema de arrefecimento, na forma de calor. Para atender a resolução número 430, de 13 de maio de 2011, do Conselho Nacional do Meio Ambiente, com uma ampla margem de segurança, os engenheiros determinaram que a água só poderá ser devolvida ao rio com um aumento de temperatura de, no máximo, 3 °C em relação à temperatura da água do rio captada pelo sistema de arrefecimento. Considere o calor específico da água igual a 4 kJ/(kg °C).

Para atender essa determinação, o valor mínimo do fluxo de água, em kg/s, para a refrigeração da usina deve ser mais próximo de

A
42.
B
84.
C
167.
D
250.
E
500.
74567a29-7c
ENEM 2014 - Física - Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

Um sistema de pistão contendo um gás é mostrado na figura. Sobre a extremidade superior do êmbolo, que pode movimentar-se livremente sem atrito, encontra-se um objeto. Através de uma chapa de aquecimento é possível fornecer calor ao gás e, com auxílio de um manômetro, medir sua pressão. A partir de diferentes valores de calor fornecido, considerando o sistema como hermético, o objeto elevou-se em valores Ah, como mostrado no gráfico. Foram estudadas, separadamente, quantidades equimolares de dois diferentes gases, denominados M e V.

imagem-026.jpg

A diferença no comportamento dos gases no experimento decorre do fato de o gás M, em relação ao V, apresentar

A
maior pressão de vapor.
B
menor massa molecular.
C
maior compressibilidade.
D
menor energia de ativação.
E
menor capacidade calorífica.
940a7e07-bf
ENEM 2012 - Física - 2ª Lei da Termodinâmica - Ciclo de Carnot e Máquinas Térmicas, Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

imagem-retificada-questao-069.jpg

No entanto, a busca da eficiência referenciada no texto apresenta como fator limitante

A
o tipo de combustível, fóssil, que utilizam. Sendo um insumo não renovável, em algum momento estará esgotado.
B
um dos princípios da termodinâmica, segundo o qual o rendimento de uma máquina térmica nunca atinge o ideal.
C
o funcionamento cíclico de todos os motores. A repetição contínua dos movimentos exige que parte da energia seja transferida ao próximo ciclo.
D
as forças de atrito inevitável entre as peças. Tais forças provocam desgastes contínuos que com o tempo levam qualquer material à fadiga e ruptura.
E
a temperatura em que eles trabalham. Para atingir o plasma, é necessária uma temperatura maior que a de fusão do aço com que se fazem os motores.
8db9ea6a-88
ENEM 2011 - Física - Física Térmica - Termologia, 1ª Lei da Termodinâmica

Um motor só poderá realizar trabalho se receber uma quantidade de energia de outro sistema. No caso, a energia armazenada no combustível é, em parte, liberada durante a combustão para que o aparelho possa funcionar. Quando o motor funciona, parte da energia convertida ou transformada na combustão não pode ser utilizada para a realização de trabalho. Isso significa dizer que há vazamento da energia em outra forma.
CARVALHO, A. X. Z. Física Térmica. Belo Horizonte: Pax, 2009 (adaptado).

De acordo com o texto, as transformações de energia que ocorrem durante o funcionamento do motor são decorrentes de a

A
liberação de calor dentro do motor ser impossível.
B
realização de trabalho pelo motor ser incontrolável.
C
conversão integral de calor em trabalho ser impossível.
D
transformação de energia térmica em cinética ser impossível.
E
utilização de energia potencial do combustível ser incontrolável.