Questõesde UEFS 2010

1
1
Foram encontradas 7 questões
3dfa6d63-e7
UEFS 2010 - Biologia - Problemas ambientais e medidas de conservação, Ecologia e ciências ambientais

A biologia molecular deu mais um passo extraordinário na última semana, ao produzir o que vem sendo chamado de primeira célula sintética. Há algum exagero na designação. A base do artefato biotecnológico foi um organismo natural, espécime da bactéria Mycoplasma mycoides. De imediato, o experimento contribui para compreender o genoma e seu papel no controle da vida celular. A médio prazo, o programa de pesquisa do Instituto J. Craig Venter quer criar microorganismos úteis e patenteáveis. (A BIOLOGIA molecular..., 2010).


A partir da análise do texto, do conhecimento sobre o tema e do impacto gerado por esse tipo de experimento na sociedade em geral, pode-se afirmar que

A
se trata essencialmente de uma nova etapa da engenharia genética por manipular e acrescentar genes exógenos no núcleo de uma determinada espécie de bactéria.
B
esse novo micro-organismo sintético já é capaz de produzir energia limpa a partir do hidrogênio como consequência dos genes nele introduzidos.
C
a coleção de genes projetada em computador e enxertada no organismo procarionte pela equipe autora da pesquisa não encontra equivalente na natureza.
D
a possível má utilização de pesquisas nessa área justifica o cancelamento imediato dos projetos em desenvolvimento, independente dos benéficos que possam trazer à humanidade.
E
a pesquisa em engenharia genética é limitada à manipulação de organismos simples, ou seja, de padrão organizacional procarionte.
3df6ce1b-e7
UEFS 2010 - Biologia - Sistema Imunológico, Identidade dos seres vivos

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) acaba de aprovar uma vacina contra a gripe H1N1 produzida sem a proteína do ovo. Indicada para todas as pessoas, mas, em especial, para aquelas que são alérgicas a essa proteína, a vacina é feita em cultivo de células

Vero-derivadas de rins de macaco verde africano. Menos de 1% da população tem alergia a ovo e não pode tomar a vacina disponível nos postos de saúde e nas clínicas atualmente. Por ser produzida em células mais parecidas com as de humanos (no caso, de macacos), essa vacina não precisa de substâncias que potencializam a ação. Assim, provoca menos efeitos colaterais. A vacina feita do ovo pode provocar reações, como dor local, febre e dor de cabeça. (BASSETE, 2010).


O quadro abaixo ilustra a variação da concentração de anticorpos no corpo de um indivíduo em relação ao tempo, como resposta à aplicação em duas doses de uma determinada vacina



Considerando-se as informações presentes no texto e no gráfico e o conhecimento sobre a importância da vacinação na prevenção de doenças, é possível afirmar:

A
As vacinas H1N1 produzidas sem a proteína do ovo apresentam uma resposta imunológica mais rápida por possuírem apenas proteínas de origem viral.
B
A presença de uma segunda dose em determinadas vacinações favorece a imunização, ao produzir uma resposta secundária mais rápida e efetiva.
C
A presença de anticorpos específicos na vacina H1N1 desenvolve a imunização esperada nos indivíduos vacinados exclusivamente para esse vírus em questão.
D
O sistema imunológico, ao ser ativado na primeira inoculação do antígeno, aumenta progressivamente a produção de monócitos para a produção dos anticorpos específicos.
E
A vacina H1N1 produzida a partir de células de macaco evita a contaminação dos vacinados contra doenças produzidas por aves e transmitidas por ingestão de proteínas do ovo.
3df3baaf-e7
UEFS 2010 - Biologia - Sistema Circulatório Humano, Identidade dos seres vivos

A ilustração representa a ação integrada de vários sistemas fisiológicos humanos na manutenção das funções do corpo.



A respeito dessa integração orgânica, é possível afirmar:

A
Uma intensa hematose ocorre nos capilares durante a troca de gás oxigênio e gás carbônico, nos diversos tecidos do corpo.
B
Os nutrientes absorvidos no intestino são transportados por vasos venosos até os capilares, para serem distribuídos pelas células.
C
O sangue rico em oxigênio, ao sair dos pulmões, é bombeado pela porção direita do coração antes de ser enviado para os tecidos do corpo.
D
O sistema cardiovascular funciona como estrutura integradora de diversos sistemas presentes no organismo.
E
O fígado, ao filtrar o sangue, retira de circulação os resíduos do metabolismo e os nutrientes orgânicos em excesso presentes no organismo.
3de9324f-e7
UEFS 2010 - Biologia - Hereditariedade e diversidade da vida, Introdução à genética: 1ª e 2ª leis de Mendel

O esquema ilustra experimentos, hoje considerados clássicos, do monge Gregor Mendel, utilizando características herdáveis da ervilha-de-cheiro.



A partir da análise do experimento e do conhecimento a respeito da genética mendeliana, pode-se afirmar:

A
Indivíduos da F1 em processo de autofecundação devem produzir uma geração F2 com uma proporção fenotípica de 9:3:3:1.
B
A utilização, por parte de Mendel, de uma análise estatística dos resultados obtidos favoreceu uma compreensão mais rápida dos seus trabalhos pela comunidade científica da época.
C
Cada caráter analisado é determinado por um par de fatores que se unem na formação dos gametas e se segregam na fecundação.
D
A análise em genética de duas ou mais características simultaneamente é possível devido ao fato de que, em todas as heranças, cada gene age de forma independente de outros genes não alelos.
E
O cruzamento da geração parental representada permitiu a produção de uma F1 com 100% de indivíduos dominantes homozigotos.
3defd97d-e7
UEFS 2010 - Biologia - Sistema Digestório Humano, Identidade dos seres vivos



O gráfico representa a variação da velocidade de reação em relação à variação da temperatura do ambiente de duas classes distintas de enzimas.

Considerando-se a análise das informações contidas no gráfico, pode-se inferir que

A
as enzimas representadas participam de reações distintas e em locais distintos, ao longo do trato digestivo humano.
B
a enzima B é característica de um indivíduo humano em estado febril, com temperatura corpórea acima de 40° C.
C
a capacidade de manutenção da estrutura terciária da enzima A é maior do que se comparada à enzima B.
D
variações de temperatura a partir da faixa ótima interferem mais na velocidade de reação da enzima A do que na velocidade de reação da enzima B.
E
a enzima B indica uma alta resistência ao calor, como as que ocorrem, por exemplo, em bactérias termófilas.
3dec6e94-e7
UEFS 2010 - Biologia - Hereditariedade e diversidade da vida, Herança ligada ao sexo



O esquema representa, de forma simbólica, a configuração dos cromossomos sexuais na determinação da herança genética do sexo.

Com base nas informações apresentadas e no conhecimento atual em relação a esse tipo de herança, pode-se afirmar que a

A
ligada ao sexo é determinada por genes presentes na porção não homóloga de X e Y.
B
ligada ao sexo é determinada por genes presentes apenas na porção não homóloga de X.
C
restrita ao sexo é determinada por genes posicionados na porção homóloga de Y e X.
D
parcialmente ligada ao sexo é determinada por genes posicionados na porção homóloga apenas de X.
E
influenciada pelo sexo é determinada por genes posicionados na porção homóloga de X e Y.
3de600dc-e7
UEFS 2010 - Biologia - Introdução aos estudos das Plantas, Identidade dos seres vivos

O modo como ocorreu a evolução dos processos sexuados e dos ciclos de vida nas plantas foi de fundamental importância para a conquista do ambiente terrestre.


Pode-se considerar como um desses fatores evolutivos na formação do grupo vegetal

As plantas descendem de ancestrais que selecionaram uns aos outros, sem se digerir completamente. Células aquáticas ancestrais, com um voraz apetite, engoliram micróbios fotossintéticos verdes chamados cianobactérias. Algumas resistiram à digestão e sobreviveram dentro das células maiores, e continuaram a realizar fotossíntese. Com a integração, a comida verde crescia como parte de um novo ser. A bactéria de fora era agora uma parte independente dentro da célula. A partir de uma cianobactéria e um voraz nadador transparente, evolui um novo indivíduo, a alga. A partir das células verdes (protoctistas), vieram as células das plantas. (MARGULIS, 1997, p. 90-91).
A
a alternância de gerações entre uma fase sexuada e uma outra fase assexuada, ao longo do ciclo de vida.
B
a presença, a partir das pteridófitas, de uma fase esporofítica mais desenvolvida e nutricionalmente independente da fase gametofítica.
C
o advento das flores, frutos e sementes nos indivíduos do grupo das fanerógamas.
D
a presença de vasos condutores que condicionou uma melhor adaptação das briófitas aos ambientes com menor disponibilidade de água.
E
a consolidação da meiose espórica na etapa gametofítica desenvolvida pelo grupo.
3ddc6a78-e7
UEFS 2010 - Biologia - Problemas ambientais e medidas de conservação, Ecologia e ciências ambientais

O aumento constante do impacto dos seres humanos sobre as demais espécies, sobre a atmosfera, os mares e a superfície da Terra, requer novos padrões de adaptação e novos tipos de percepção, pois o rumo natural de uma espécie que destrói seu ambiente é a extinção. Precisamos olhar mais à frente no futuro, usar mais ciência de boa qualidade e aprender a pensar com mais clareza sobre nossa interdependência com outras formas de vida. Ao fazer isso, estaremos seguindo a nossa natureza de espécie que sobrevive pelo aprendizado. (BATESON, 1997, p. 29).


A respeito da importância do estabelecimento de uma sustentabilidade ecológica para a preservação da vida que habita o planeta, é correto afirmar:

A
A sustentabilidade ecológica consiste no aumento das áreas de preservação ecológica livres de qualquer tipo de ação humana.
B
O primeiro passo na construção de comunidades sustentáveis deve ser a compreensão dos princípios de organização que os ecossistemas naturais desenvolveram ao longo do tempo para manter a vida.
C
O uso adequado da tecnologia é o principal fator responsável por uma mudança de comportamento visando anular os impactos negativos da ação humana.
D
O estudo da ecologia no nível ecológico de populações é o fator fundamental para o entendimento da biosfera como sistema vivo integrado.
E
O aprendizado ecológico visa formar as futuras gerações para que tomem a iniciativa de implementar medidas conservacionistas para salvar a natureza.
3ddf9387-e7
UEFS 2010 - Biologia - Ecologia e ciências ambientais, Cadeias e teias alimentares



A ilustração representa uma pirâmide de energia de uma determinada cadeia alimentar.

Em relação a essa pirâmide, pode-se afirmar que

A
o fluxo de energia se desloca dos produtores para os consumidores, retornando para os produtores devido à ação dos decompositores.
B
o nível dos consumidores terciários apresenta uma maior quantidade de energia acumulada, se comparado aos níveis inferiores.
C
os fluxos de energia e matéria viabilizam a manutenção do metabolismo celular através de sua ação cíclica nos sistemas vivos.
D
os produtores fazem parte do único elo indispensável para a manutenção do equilíbrio de uma cadeia alimentar, ao longo do tempo.
E
variações significativas no tamanho populacional dos consumidores primários devem provocar alterações nas populações de todos os outros níveis tróficos representados
3de2a2b9-e7
UEFS 2010 - Biologia - Introdução aos estudos das Plantas, Identidade dos seres vivos

Em relação aos eventos endossimbióticos que favoreceram a evolução estrutural e metabólica dos sistemas vivos, podese afirmar:

As plantas descendem de ancestrais que selecionaram uns aos outros, sem se digerir completamente. Células aquáticas ancestrais, com um voraz apetite, engoliram micróbios fotossintéticos verdes chamados cianobactérias. Algumas resistiram à digestão e sobreviveram dentro das células maiores, e continuaram a realizar fotossíntese. Com a integração, a comida verde crescia como parte de um novo ser. A bactéria de fora era agora uma parte independente dentro da célula. A partir de uma cianobactéria e um voraz nadador transparente, evolui um novo indivíduo, a alga. A partir das células verdes (protoctistas), vieram as células das plantas. (MARGULIS, 1997, p. 90-91).
A
O estabelecimento da pluricelularidade nos eucariontes foi dependente das relações de endossimbiose que originaram os cloroplastos.
B
A fagocitose realizada por células ancestrais permitiu digerir a parede celular de antigas cianobactérias, originando as mitocôndrias atuais.
C
A capacidade fotossintética presente no padrão eucarionte se estabeleceu a partir do evento simbiótico entre células aeróbias ancestrais e as cianobactérias.
D
A relação de dependência parasitária entre as cianobactérias e plantas ancestrais condicionou o estabelecimento dos cloroplastos e o padrão fotossintetizante.
E
As algas evoluíram a partir de bactérias fotossintetizantes que utilizavam o H2S como doador de hidrogênio.
3dd94062-e7
UEFS 2010 - Biologia - Meiose, Moléculas, células e tecidos

O esquema ilustra as etapas da divisão celular por meiose em organismos de padrão eucarionte.



A partir da compreensão dessas etapas e da importância desse mecanismo de divisão para a diversificação da vida, é correto afirmar

A
A meiose é caracterizada como uma divisão reducional por duplicar o material genético presente no núcleo celular.
B
A separação das cromátides-irmãs é um dos destaques presentes na meiose I.
C
As células-filhas divergem geneticamente da célula-mãe, mas são geneticamente idênticas entre si.
D
Nos seres humanos, os gametas sofrem meiose durante a sua formação, mas garantem o restabelecimento da diploidia no momento da fecundação.
E
A meiose evoluiu como uma divisão que permite produzir descendentes com uma ampla variabilidade genética devido às constantes mutações inerentes a esse processo.
3dd4b01d-e7
UEFS 2010 - Biologia - Respiração celular e fermentação, Moléculas, células e tecidos



A figura ilustra algumas etapas de determinadas reações oxidativas presentes em células eucarióticas.


Em relação a esse processo e às reações associadas a ele, é possível afirmar:

A
O processo biológico representado é o da fotossíntese e ocorre no interior dos cloroplastos.
B
As reações ilustradas da cadeia transportadora de elétrons são responsáveis por uma intensa fosforilação dependente da ação da enzima ATP sintase.
C
A figura ilustra etapas da síntese de cadeias polipeptídicas no interior do retículo endoplasmático.
D
A glicose é o principal produto resultado da redução química do CO2 utilizado como reagente da reação.
E
O gradiente de prótons gerado no interior das membranas internas garante a produção intensa de ATP a partir da energia luminosa fixada previamente pela clorofila.
3dd0aabb-e7
UEFS 2010 - Biologia - Hereditariedade e diversidade da vida

A organização de indivíduos e populações em espécies evita a degradação de genótipos maduros, bem sucedidos, que ocorreria caso se misturassem com genótipos incompatíveis. A hibridação, quando possível, costuma produzir indivíduos inferiores, muitas vezes estéreis, Isso demonstra que os genótipos, por serem sistemas harmoniosos e bem ajustados, devem ser similares para que um cruzamento seja bem sucedido. (MAYR, 2009, p. 202).


Considerando-se as etapas necessárias para o estabelecimento da especiação a partir de populações originais e a importância desse processo evolutivo na diversidade da vida, é possível afirmar:

A
Genótipos incompatíveis se expressam inexoravelmente na formação de híbridos inferiores ou estéreis.
B
A hibridação produz indivíduos inferiores devido à baixa estatura provocada pelo nascimento precoce das crias.
C
Na especiação simpátrica, o distanciamento genético que provoca a incompatibilidade entre os indivíduos se estabelece apesar da interação persistente entre os grupos.
D
Organismos capazes de produzir descendentes não devem apresentar diferenças significativas no seu conjunto gênico que justifiquem algum tipo de progresso especiativo.
E
O isolamento geográfico em populações alopátricas favorece uma aproximação do conjunto gênico durante o processo de especiação.
3dccf7b7-e7
UEFS 2010 - Biologia - Transcrição e Tradução, Moléculas, células e tecidos



A figura ilustra um momento do processo de duplicação do material genético presente nos seres vivos.


É possível afirmar em relação a esse processo:

A
Duas novas moléculas de DNA são produzidas a partir de duas cadeias já existentes na molécula utilizada como molde da replicação.
B
A replicação ocorre de forma unidirecional, ao apresentar um sentido único dentro do sítio replicativo.
C
A molécula de RNA produzida durante esse processo será responsável pela síntese de proteínas ao longo da tradução da informação genética.
D
Enzimas específicas participam da separação das cadeias polinucleotídicas através da quebra das ligações peptídicas presentes entre elas.
E
O sentido obrigatório de montagem das novas cadeias polinucleotídicas pelo DNA polimerase é sempre 3’→5’.
3dc8d747-e7
UEFS 2010 - Biologia - Núcleo interfásico e código genético, Moléculas, células e tecidos

O material genético propriamente dito é o genoma (haploide) ou o genótipo (diploide) e controla a produção dos tecidos de um organismo e todos os seus atributos, o fenótipo. Esse é o resultado da interação do genótipo com o ambiente durante o desenvolvimento. A amplitude das variações produzidas no fenótipo por determinado genótipo em diferentes condições ambientais é chamada de norma de reação. [...] As populações que se reproduzem sexuadamente apresentam duas fontes de variação, superpostas uma a outra: do genótipo (pois em uma espécie sexuada não existem dois indivíduos iguais) e do fenótipo. (MAYR, 2009, p. 117-118).


A partir do entendimento das interações existentes entre o genótipo e o ambiente na expressão das informações genéticas, é correto afirmar:

A
As fontes de variação na reprodução sexuada dificultam a expressão de caracteres genéticos que sejam evolutivamente vantajosos.
B
Diferentes normas de reação podem levar a comportamentos semelhantes nas mesmas condições ambientais.
C
O controle das funções celulares ocorre a partir da ativação dos genes que lhe são exclusivos na composição de cada tipo de tecido presente nos organismos.
D
A interação do fenótipo com o ambiente produz genótipos que variam sua expressão ao longo do desenvolvimento do indivíduo.
E
Populações de reprodução sexuada potencializam a ação do ambiente, independentemente da seleção natural, no estabelecimento de diferentes normas de reação.
3db330eb-e7
UEFS 2010 - Química - Propriedades Químicas dos Compostos Orgânicos: Número de Oxidação do Carbono. Efeitos Eletrônicos. Caráter Ácido-Base., Química Orgânica, Principais Funções Orgânicas: Funções Oxigenadas: Cetona, Aldeído, Éter, Éster, Ácido Carboxílico, Anidrido Orgânico e Cloreto de Ácido., Cadeias Carbônicas: Características e Classificações do Átomo do Carbono, Tipos de Ligação e Hibridação. Tipos de Cadeias Carbônicas e Fórmulas. Séries: Homóloga, Isóloga e Heteróloga.



A quinina, um alcaloide representado pela fórmula estrutural e utilizado no tratamento da malária sob forma de sulfato, é extraída da Chinchona ledgeriana, um arbusto da família das rubiáceas, originado dos Andes.


Considerando-se essas informações sobre a quinina, é correto afirmar:

A
É representada pela fórmula molecular C18H20O2N2 .
B
Forma o hidrogenossulfato de quinina quando 2,0mol de ácido sulfúrico, em solução aquosa, transferem um próton, por mol desse ácido, para cada grupo básico da molécula.
C
É um composto aromático saturado.
D
Possui o grupo funcional da classe dos ésteres na estrutura.
E
Apresenta propriedades básicas em razão da presença do grupo — OH na estrutura.
3db7f382-e7
UEFS 2010 - Biologia - Evolução biológica, Origem e evolução da vida

Em relação à afirmação “tropeço para adiante” presente no texto, é possível inferir como um significado coerente com a proposta do autor o explicitado em

A evolução, assim como a replicação do ácido nucleico, própria da reprodução e da autopoese — capacidade de auto-organização e autorregeneração dos seres vivos —, é um “tropeço para adiante”, destinado a protelar a ameaça da dissolução termodinâmica. A maioria dos átomos de nossos corpos é feita de hidrogênio — o elemento que, como gás, de acordo com os modelos astronômicos, foi explosivamente deslocado para além dos confins do sistema solar interno, quando o Sol se acendeu. Hoje em dia, gases ricos em hidrogênio, como a amônia, existem não apenas nas atmosferas dos gigantescos planetas externos, mas também no sistema solar interno, onde a vida os preservou com sua mesmíssima estrutura, desde que começou a se manter e a se reproduzir. (MARGULIS & SAGAN, 2002, p. 92).
A
Mutações aleatórias podem gerar modificações que diminuem o potencial adaptativo de uma população, levando à sua provável extinção.
B
Determinados processos biológicos permitem manter os sistemas vivos afastados de um equilíbrio termodinâmico, ao gerar e estabelecer uma ordem interna intrínseca à vida.
C
A reprodução sexuada é o único processo evolutivo que permite desenvolver variações genéticas que garantem a manutenção das espécies ao ambiente.
D
A replicação semiconservativa do DNA é responsável diretamente pela capacidade de expressão da informação genética contida nos cromossomos.
E
A evolução e a replicação do DNA favorecem uma estabilidade autopoética dos seres vivos, ao aproximá-los de uma dissolução termodinâmica.
3dc5989c-e7
UEFS 2010 - Biologia - Estrutura e fisiologia da Membrana Plasmática, Moléculas, células e tecidos



A figura ilustra o transporte de um determinado tipo de soluto através da membrana plasmática em um ambiente celular. Em relação às características associadas a esse tipo de transporte, é correto afirmar que

A
esse tipo transporte, por ocorrer a favor de um gradiente de concentração, exige um gasto energético com utilização de moléculas de ATP.
B
as permeases que participam desse transporte deslocam soluto do ambiente hipotônico para um ambiente hipertônico.
C
a bicamada lipídica garante o isolamento da célula em relação a qualquer tipo de soluto presente no ambiente extracelular.
D
as proteínas transportadoras favorecem o transporte de soluto a favor de um gradiente promovendo a busca de um equilíbrio na concentração desse soluto entre os dois ambientes.
E
o soluto, ao se deslocar do meio mais concentrado para o meio de menor concentração, deve inverter, ao longo do tempo, esse gradiente existente entre os dois ambientes.
3dbed102-e7
UEFS 2010 - Biologia - A origem da vida na Terra, Origem e evolução da vida

A célula, menor estrutura autopoética hoje conhecida, é a unidade mínima capaz de um metabolismo auto-organizador incessante. A origem da mais ínfima célula bacteriana, primeiro sistema autopoético, com cerca de quinhentos tipos diferentes de proteínas e outras moléculas de cadeia longa, é obscura. No entanto, a maioria concorda em que compostos complexos de carbono, expostos de algum modo a uma energia incessante e à transformação ambiental, convertem-se em gotículas oleosas que acabam por se tornar células delimitadas por uma membrana. (MARGULIS & SAGAN, 2002, p. 91).


Conforme proposto por Alexander Oparin, na sua hipótese heterotrófica de origem da vida, esta pode ter surgido a partir de uma longa evolução química.

Com relação aos pressupostos desenvolvidos por essa hipótese e dos novos conhecimentos associados a esse tema, é possível afirmar:

A
A hipótese heterotrófica de Oparin foi um marco na história da ciência por desvendar os mistérios antes relacionados ao tema de origem da vida.
B
As gotículas oleosas formadas nas camadas mais altas da atmosfera primitiva eram resultado da interação de vários gases atmosféricos com a radiação infravermelha.
C
A presença de uma célula delimitada por uma membrana lipoproteica com capacidade seletiva foi essencial na estabilização e evolução das reações metabólicas do protobionte.
D
O estabelecimento de um metabolismo auto-organizador incessante prescindiu da participação de uma molécula informativa, provavelmente na forma de RNA.
E
A energia incessante presente no ambiente favoreceu a formação dos primeiros protobiontes que já fixavam a luz solar como fonte energética.
3dc2536e-e7
UEFS 2010 - Biologia - Estrutura e fisiologia da Membrana Plasmática, Moléculas, células e tecidos



A figura ilustra o mecanismo de autosselagem presente na membrana plasmática dos seres vivos, responsável pela capacidade de autorregeneração existente nessa estrutura.


Considerando-se a importância desse fenômeno, pode-se apontar um tipo de transporte entre o meio externo e a célula que é diretamente dependente desse mecanismo, como

A
osmose.
B
difusão simples
C
difusão facilitada.
D
transporte ativo.
E
endocitose.